Oficinas “Saber na Prática” conciliam uso público e educação ambiental no Camping

Em audiência ocorrida recentemente, o ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves recebeu de Pedro Luiz Passos, presidente da Fundação SOS Mata Atlântica, uma proposta de integração e cooperação entre os Ministério do Turismo (MTur) e do Meio Ambiente (MMA).

O ato gerou rumores de que era uma sugestão para que todos os Parques Nacionais passassem ao comando do MTur, que chegou inclusive a divulgar esta versão em seu site, em um post que foi retirado do ar. A Fundação SOS Mata Atlântica veio então à público para esclarecer que a pauta, construída em junho durante o VI Fórum Mundial de Meio Ambiente do LIDE (Grupo de Líderes Empresariais), teria foco apenas em áreas de especial interesse turístico em Unidades de Conservação, onde o avanço de atividades predatórias possa comprometer os patrimônios naturais e o turismo.

“Não é possível fomentar o turismo em regiões poluídas, degradadas, sem saneamento e infraestrutura compatíveis”, comenta a Fundação em seu site, destacando ainda nas palavras de seu diretor de Políticas Públicas, Mario Mantovani, “a importância da manutenção do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC), legislação conquistada pela sociedade e o papel preponderante dos patrimônios naturais como ativos econômicos do país”. Com este destaque, compreende-se que os usos públicos de Parques não devem, sob qualquer aspecto, sobrepor-se aos sistema de leis que os regem.

Ainda assim, a interface entre turismo e meio ambiente é um tema que pode ser analisado sob a ótica das UC’s locais. Como exemplo, dentre todas as peculiaridades que representam o Parque Estadual do Rio Vermelho (incluindo que boa parte de sua área protegida é formada por vegetação exótica, oriunda de um controverso projeto da década de 60), temos nesta Unidade de Conservação um histórico espaço de uso público que é o Camping do Rio Vermelho, cuja ocupação por campistas e amantes da natureza tem registros de mais de 40 anos.

No atual modelo de gestão compartilhada com uma OSCIP, representado pelo convênio entre a FATMA e o Cepagro, somamos forças em equacionar os impactos do turismo no Camping com atividades mitigatórias, conservacionistas e educacionais, reinvestindo as receitas geradas em operacionalização e manutenção de equipe que garantem a qualidade do uso público do espaço durante o ano todo.

Com este foco conseguimos a diminuição de 85% do “lixo”, com os recicláveis secos encaminhados à cooperativas e os resíduos orgânicos, que representam 50% de tudo que é gerado, inseridos em um ciclo virtuoso de coleta e transformação em insumo para a vitalidade dos viveiros e das estações de educação ambiental. Ao longo do ano, as estações ficam à disposição das escolas do município para atividades que dialogam com as práticas curriculares, preparadas e ministradas por uma equipe permanente de educadores especializados em agroecologia.

Desta experiência derivaram também as oficinas temáticas sobre meio ambiente dirigidas aos turistas durante a última temporada de verão. Com alta receptividade, estas atividades evoluíram dentro da própria equipe para cumprir uma agenda ao longo do ano, voltada agora ao público residente das comunidades vizinhas e de toda Florianópolis. Desta maneira nasceu o ciclo “Saber na Prática – vivências em Agroecologia”, batizado assim por já ser uma experiência em sistematização de conhecimentos realizada pelo Cepagro. Nos sábados de abril, maio e junho, um total de 9 oficinas gratuitas proporcionou 201 atendimentos no Camping – apresentamos a seguir um breve relato seguido de álbum das atividades.

IMG_0127VIVEIRAGEM – Esta oficina abriu o ciclo “Saber na Prática”, com o intuito de reproduzir, transplantar e repicar as espécies da flora nativa do nosso viveiro de mudas. Resultou na produção de 500 mudas que estão disponíveis à população. Entre elas, maracujá-doce, araçá, aroeira, pitanga, temperos e ervas aromáticas.

 

IMG_0243COMPOSTAGEM – Com o objetivo de esclarecer a populaçãosobre a importância de realizarmos a compostagem, trouxemos a temática da Gestão Comunitária de Resíduos Orgânicos, isto é, a reciclagem do resíduos orgânicos no bairros, nas empresas, e na cidade como um todo. Esclarecemos algumas dúvidas sobre as composteiras e nosso papel como cidadãos responsáveis sobre os próprios resíduos sólidos.

 

IMG_0669TELHADO VERDE – Esta oficina teve a característica de implantar um telhado verde ou um telhado vivo, sobre o ponto de ônibus do camping. Uma construção ecológica e econômica; além de reaproveitarmos muitos materiais, trocamos conhecimento sobre esta técnica que foi praticada pelos próprios integrantes que se inscreveram na oficina.

IMG_1087DESPOLPA DE JUÇARA – A Juçara é uma palmeira nativa do Bioma Mata atlântica. Carinhosamente chamada de juçara, é uma espécie ameaçada de extinção devido a exploração do seu palmito. O que as pessoas geralmente não sabem é que dos frutos dessa palmeira extraímos frutos praticamente idênticos ao açaí, sendo portanto o verdadeiro “açaí da mata atlântica”. A espécie produz este alimento tão rico à fauna, e também muito apreciado pelos humanos. Abordamos sua importância ecológica e a forma de extrair a polpa dos frutos de maneira artesanal.

IMG_1211ASTRONOMIA E AGRICULTURA – Com um público diverso composto por adultos e crianças, realizamos essa oficina especial noturna, com dinâmicas e práticas que aliaram conhecimentos populares e científicos em torno do estudo dos astros e suas influências na vida na Terra. A oficina culminou com a observação aguçada de alguns astros com um telescópio, o que proporcionou um “espetáculo” para os olhos e a alma. Além da observação do céu, foram abordados assuntos como as diversas influências da lua no crescimento das plantas, a origem das estações do ano e técnicas da Agricultura Biodinâmica. A oficina gerou bastante entusiasmo nos participantes, que pediram mais edições em outras épocas do ano, quando é possível observar outros astros.

IMG_1366TRILHA ECOLÓGICA: CONHECENDO OS ECOSSISTEMA E A BACIA HIDROGRÁFICA DA LAGOA DA CONCEIÇÃO – Nesse dia, além de comemorarmos mundialmente o Dia do Meio Ambiente, realizamos juntamente com um grupo bem diverso de 25 pessoas, entre crianças e adultos, uma trilha entre os ecossistemas da bacia hidrográfica da lagoa da conceição. Uma importante jornada de duração de 08 horas, com uma deliciosa parada para almoçar e conhecer os projetos do Instituto Çaracura. Em meio a este caminho, percorremos desde a restinga a floresta ombrófila densa, com direito a um passeio de barco na ida e na volta.

IMG_1680PLANTAS ALIMENTÍCIAS NÃO CONVENCIONAIS (PANC’s) – Além de conhecer as qualidades gastronômicas de diversas espécies como Ora-Pro-Nobis, Bertalha e Açafrão-da-Terra, os participantes aprenderam a preparar pratos simples e naturais com a equipe do Restaurante Puro Amor, como pães e pizzas integrais com as plantas não convencionais. A oficina no final ainda contou com uma atividade bônus, com a visita ao viveiro do Camping para conhecer e levar mudas de árvores frutíferas e nativas da região.

IMG_1946PLANTAS MEDICINAIS – Com convidados especiais do Grupo Quinta das Plantas, seu Alécio e Viviane fazem um ótima dupla, e com o conhecimento deles pudemos descobrir as diferentes formas de aproveitarmos as plantas medicinais, respeitando o conhecimento tradicional das pessoas. Eles conduziram a oficina de forma simples, demonstrando a planta e falando sobre ela, sua importância, seus usos, precauções no uso, reprodução e consumo. Por fim, comemoramos o solstício de inverno com esta oficina.

IMG_0269COMPOSTEIRAS DOMÉSTICAS – Com o objetivo de esclarecer à população sobre a ciência da decomposição através da compostagem termofilica, realizamos a troca de saberes sobre o início, o meio e fim de uma composteira, sob a ótica de conquistar a autossuficiência de adubo e fazer a própria horta.

 

 

 RESUMO DAS OFICINAS “SABER NA PRÁTICA”
Data TEMA N° de participantes
11/abr Horta Agroecológica 29
18/abr Viveiro Agroecológico 19
24/abr Compostagem e Gestão de Resíduos Comunitárias 29
03/mai Telhado Verde 27
16/mai Despolpa Juçara 10
23/mai Astronomia e Agricultura 23
06/jun Trilha ecológica 25
13/jun Gastronomia com PANC’s 14
20/jun Plantas medicinais 25

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s